segunda-feira, 1 de junho de 2015

Sou fraca e não aguento dificuldades

Não estou me sentindo bem. Por que é tão difícil me sentir feliz? Passei por diversos problemas esses dias, como se literalmente o universo estivesse contra mim. Isso parece tão mesquinho, não é mesmo? Mas infelizmente é assim que me sinto. Incapacitada, azarada, para baixo, burra...
E é incrível que quanto mais triste você se sente, mais os cosmos ficam contra você. Os problemas não param de surgir. Uma verdadeira bola de neve que cresce a cada vez. Aquela pedra que você carrega em seus ombros fica ainda mais pesada e você começa a cair no penhasco do desespero, se ferindo seja como for para recompensar sua inutilidade. Porém, após se arrepender de mutilações, é que a ficha cai: uma dor não cura a outra, tudo fora calor do momento, você sabe disso, mas torna a refazer.
Sempre quis ser especial de alguma forma, uma futilidade que se ensinam em filmes americanos, mas pela primeira vez na vida só queria ser um pouco esquecida pelo destino, ser igual aos outros, e pudesse ter um pouco de sossego, sorte, paz. Admito, sou fraca e não aguento todas essas dificuldades divinas que são como verdadeiras facadas. Só quero algo fácil, talvez uma bolha protetora.
Há pouco disse para um amigo que heróis não existiriam se não fossem seus obstáculos. Mas, desculpa sociedade, não sou heroína e muito menos vilã. Sou o meio termo, sou humana, adolescente folgada. Um quarto isolado agora me cairá bem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Yoo...